quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Biodiversidade

 Aqui na sala fala-se de biodiversidade a toda a hora por isso estes olhos estão muito mais atentos. Depois há as máquinas fotográficas que registam o momento. O melhor de tudo é que há um blogue para partilhar estas descobertas!

Hoje ficam aqui os registos das férias da Inês, e do Tomás e da Matilde, lá por casa, estes, implicando uma ação de restituição à natureza!



quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Dia Mundial de Combate ao Bullying

Hoje a professora deu a cada um uma folha de uma revista. Também pegou numa para ela mas achou-a tão bonita que a guardou e pegou noutra.

Pediu-nos então para, em silêncio, fechar os olhos e sentir a folha. 

Perguntou depois o que sentíamos e demos várias respostas:

- é lisa; é macia; é fria; é direita; é recortada; é direita; tem uma forma retangular;...

Ainda de olhos fechados, encostámos a folha à cara e as sensações eram as mesmas.


A professora pediu-nos para imaginar que a folha era um amigo a quem íamos dizer ou fazer coisas desagradáveis.

Batemos na folha que amassámos depois, de cada vez que dizíamos uma coisa má (os teus olhos são feios,  a tua roupa não tem estilo,  não sabes jogar futebol,  cheiras ma, não sabes ler, a tua casa é velha, tu nunca vais conseguir, não quero ser teu amigo, ...).

Depois destes gestos e palavras a folha ficou toda amassada,  redonda como uma bola.


A professora sugeriu-nos pedir desculpa e fazer as pazes com o nosso amigo...Começámos a abrir a folha pedindo desculpa e dizendo coisas agradáveis (desculpa, tu consegues, estou arrependido, tu és muito bonito, tu és meu amigo, gosto muito de ti...). Não conseguimos por a folha direita, por muito que tentássemos! Ficou amarrotada, encorrilhada, por vezes rasgada e até parecia mais pequena.

A folha da professora estava igual à nossa, muito amarrotada, sendo impossível voltar a alisá-la, por muito que ela tentasse. Até um rasgão havia no meio! 

Na secretária estava a folha com a imagem bonita e que a professora guardou... Essa continuava lisa, macia, grande,... Nem pareciam saídas da mesma revista!


Esta atividade ajudou-nos  a perceber que, quando magoamos alguém, as coisas nunca mais ficam iguais  e essa pessoa fica sempre um bocadinho triste e magoada!

Fizemos esta atividade para perceber como o Bullying pode estragar a amizade e até a vida das pessoas!

Vimos depois três pequeninos filmes que não falavam de bullying mas sim de amizade. Ao falar sobre os filmes percebemos logo onde poderia ter havido bullying. Bastava que os gestos  tivessem sido outros! Naqueles filmes umas amizades tornaram-se mais fortes e outras nasceram, pelos gestos completamente opostos aos que provocam o Bullying!

Primeira Assembleia de Escola

 As nossas Assembleias de Escola o ano passado não existiram por causa da pandemia.

Este ano, com todos os cuidados ainda necessários, voltámos a juntar todos no pavilhão para apresentar problemas e propostas para a escola. 

Antes, na sala, cada turma escolheu o porta-voz e registou o que queria dizer. Na nossa sala surgiram muitas ideias mas acabámos por selecionar as três que achávamos mais importantes. Como todas as turmas iam apresentar as suas ideias, de certeza que as nossas outras sugestões acabariam por surgir.

Começaram os pequeninos do Pré escolar que usaram cartazes com desenhos para transmitir as suas ideias e foi-se apresentando as turmas seguidas, por ordem.

A Beatriz, como é a nossa delegada, foi apresentar as nossas propostas:

- Semear mais flores para atrair abelhas e outros insetos, tão importantes para a vida

- Criar um tapete de relva no retângulo de terra em frente à escola

- Desenhar mais jogos no recreio.

Todas estas ideias serão apresentadas agora pelos Conselheiros no Conselho Eco Escolas e serão referidas no nosso Plano de Ação para este ano. 

Será que todas as nossas propostas se vão tornar realidade? Era mesmo bom se isso acontecesse!



domingo, 17 de outubro de 2021

Um bisavô artista

 A Leonor costuma presentear-nos com os desenhos do bisavô Faustino!

Desta vez a Leonor enviou um desenho onde o personagem principal era um gaio. 

Não sei se foi a Leonor que lhe pediu para desenhar o gaio ou se foi ele que o fez, por sua iniciativa, mas vem bem a propósito! 

Os gaios têm sido motivo de conversa na sala, ultimamente por termos libertado dois, por os termos ouvido na saída de campo (seriam os mesmos?) e porque andamos numa campanha de recolha de bolotas.

Pedi à Leonor para fazer um texto sobre o bisavô Faustino e enviar  para colocar no blogue, juntamente com o seu desenho.

Aqui fica a partilha da Leonor!



Lá por casa, em Dia da Alimentação

A receita de gomas saudáveis foi um sucesso! Todos as adoraram e por isso quiseram partilhar em casa a receita.

Durante o dia chegaram registos das experiências em família. Na falta de formas, foram usados os Pop it e até colheres! 

Que delicioso trabalho de casa!

sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Dia da Alimentação

Hoje antecipámos o Dia da Alimentação e as nossas tarefas andaram à volta deste dia.

Falámos de alimentação saudável e de alimentos a evitar, cantámos canções e trabalhámos normalmente as áreas habituais.

Em português conhecemos um novo tipo de texto, o Instrucional, com uma receita de gomas saudáveis. Tínhamos todos os ingredientes e utensílios e essa foi a melhor parte do dia, a de fazer as gomas e sobretudo, comê-las! São saudáveis e muito boas!


Em matemática aproveitámos os dados que recolhemos  nas turma sobre a sopa e trabalhámos Organização e Tratamento de Dados em Diagramas de Venn e de Carrol. Aproveitámos as formas das gomas e os sacos que levámos com gomas para trabalhar sequências e regularidades e explorar estratégias para facilitar o cálculo mental.

Cantámos canções a propósito deste dia e, a parte melhor, comemos as nossas gomas que são mesmo deliciosas!

A receita vai para casa e assim poderemos fazer mais gomas saudáveis, em família!

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

"Escrevinhando" e "Tabuagicar"

Há muitas formas de aprender e a forma melhor é com diversão e usando a criatividade.

No projeto "Escrevinhando", trabalhamos a escrita e hoje usámos com inspiração as estações do ano, imaginando que eram pessoas. 


E, com a nossa imaginação, ficou assim o nosso texto.

Se as estações do ano fossem pessoas...

Se as estações do ano fossem pessoas, o outono era um senhor de meia idade e careca. Tinha uma barba comprida, acastanhada e alaranjada como as barbas do milho.

Usava roupas quentes e muitas vezes andava de guarda-chuva. 

Havia dias em que ele era um bocadinho triste mas, se o sol aparecesse, ficava feliz.

Adorava dióspiros, castanhas, romãs, figos, e  podíamos vê-lo de cesta na mão, bem carregada!

Se as estações do ano fossem pessoas, o inverno era um senhor bem idoso. Tinha os cabelos e as barbas brancas e usava sempre gorro. Era um senhor muito sério e adorava estar deitado no sofá, junto à lareira. 

Às vezes usava um fato vermelho e deslocava-se de trenó e nessa altura era muito alegre e muita genica! 

Se as estações do ano fossem pessoas, o verão tinha o cabelo curto e usava sempre óculos de sol. As suas roupas eram frescas e coloridas. Era normal andar de calções e adorava ir à praia ou à piscina. Tinha imensos amigos que o adoravam!

Se as estações do ano fossem pessoas, a primavera era uma menina simpática, amorosa e muito bonita.

Tinha o cabelo loiro, comprido e sempre enfeitado com uma tiara de flores.

Usava vestidos coloridos, estampados com flores, borboletas, joaninhas, estrelas e corações.

Todos gostavam dela e ficavam felizes quando ela chegava, acompanhada das andorinhas. 

A primavera adorava brincar com as crianças, correr atrás das borboletas, semear flores para as abelhas e cantar com os seus amigos pássaros.


No recreio fomos trabalhar no "Tabuagicar". A professora desenhou dois grandes diagramas de Venn com uma zona de interseção.

Ficámos à volta à espera dos critérios para a formação dos conjuntos e, quando a professora os indicava, colocávamo-nos no local correto.

Fizemos muitas combinações de conjuntos!

Os primeiros que formámos foram o dos meninos e o das meninas. Comentámos que a zona de interseção ficou vazia porque ninguém podia ter ao mesmo tempo os dois sexos.

Formámos depois o conjunto das meninas e o conjunto de quem fazia anos em novembro. Aí havia meninas de um lado, meninos do outro e na interseção, a Beatriz, a Maria Beatriz e o Francisco.

Quando o critério foi para o A raparigas e para o B quem tinha calções, as duas Mafaldas ficaram na zona de interseção e no conjunto B ficou o Tomás, o Duarte e o Francisco. Com estes critérios, ficaram de fora os rapazes que estavam de calças.

Este jogo deu para imaginar muitas situações e muitos critérios e para aprender a organizar a informação


quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Lá fora

Hoje fizemos a primeira Saída de Campo deste ano. Fomos acompanhados pelo grupo 4 do Pré Escolar da Educadora Vera.

Ficámos bem perto da nossa escola porque não é preciso ir para longe para explorar a Natureza.

Pelo caminho fomos identificando as plantas que víamos, umas autóctones como o sobreiro, o carvalho, o medronheiro, a urze, o rosmaninho, ou as invasoras como a nossa grande inimiga Erva-das-Pampas.

Aproveitámos para apanhar bolotas de sobreiro ...

... para fazer exercícios respiratórios e dramatizações...
... e tivemos duas surpresas aí: vimos três cogumelos que pareciam ovos  redondinhos e branquinhos ..


... e, a surpresa maior, a Mafalda encontrou uma pena de gaio! Conseguimos logo identificá-la pela sua cor azul. enquanto estávamos parados ao lado de um pinheiro manso, vimos um gaio a passar. Será que é o gaio que soltámos?

Os nossos colegas do Pré voltaram à escola e nós continuámos para o nosso objetivo principal, cortar as plumas das Ervas-das-Pampas. Só quem tinha luvas pegou nas plumas que a professora cortava porque elas podem causar irritação na pele. Agora vamos eliminá-las queimando-as num forno fechado.

Antes de regressar à escola, lanchámos à sombra do grande pinheiro-manso e a Leonor serviu de poiso para um saltote que ficou ali muito tempo, saltando do braço da Leonor para um tufo de carqueja onde ficou completamente disfarçado!

Gostámos muito desta atividade!